Expo Alto Camaquã é a vitrine do território

A sétima edição da Expo Alto Camaquã, realizada de 08 a 10 de julho em Bagé, foi considerada pela organização como uma grande sucesso. Criada com o objetivo de ser uma vitrine das potencialidades do território, ela cresce a cada ano juntamente com a evolução do trabalho da ADAC e organizações parcerias na proposição de ações para o desenvolvimento sustentável da região.

No dia 08 de julho ocorreu o Fórum do Alto Camaquã, onde ocorreram palestras e discussões sobre as potencialidades da região. A EMBRAPA realizou apresentação sobre financiamento e apoio no desenvolvimento de novos produtos e FEE no estudo de mercados da carne ovina. Veja aqui

A noite o Jantar Sabores do Alto Camaquã trouxe o sabor da carne de cordeiro combinado com vinhos da campanha gaúcha, onde o Chef Marcelo Bolinho apresentou como valorizar a textura e o sabor da carne ovina e a música nativista animou a noite na voz do cantor Cristiano Quevedo.

No sábado a EMATER realizou oficina de Turismo Rural – Gastronomia de Carne de Cordeiro com Licor de Butiá realizado por especialistas em ovinos e extensionistas, a apresentação acabou em um debate acalorado entre os produtores sobre a valorização dos produtos e paisagens do Alto Camaquã.

O Domingo foi festivo, ao meio dia, o churrasco a moda Alto Camaquã com cordeiro desossado e a tarde com a chegada dos ciclistas do Desafio do Pedal que saíram de Candiota rumo a Bagé apreciando as belezas da Pampa.

Durante os três dias 10 associações de 05 cidades comercializaram pães, doces, biscoitos, bolos, mel, artesanato em lã, couro e madeira e também a carne de Cordeiro através da Agroindústria Cacimbinhas de Pinheiro Machado

IMG-20160709-WA0007IMG-20160708-WA0004 DSC_0400DSC_0415

DSC_0434DSC_0462

DSC_0444 DSC_0475

 

DSC_0483